CEASA Mato Grosso
CEASA Mato Grosso

Ceasa/MT busca parceria comercial com embaixada do Chile

26/05/2017
AYRTON LONGO
0 COMENTÁRIOS

 

Em visita a embaixada do Chile em Brasília nessa última quinta-feira (25/05), o presidente da Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso, Baltazar Ulrich, apresentou o projeto da Ceasa/MT para a Adida Agrícola do Chile, Drª María José Campos Herrera. Ele também concedeu entrevista para a agência de notícias Direto de Brasília.

 

O projeto apresentado foi criado através de estudos realizados nas centrais de abastecimento do Brasil e alguns modelos europeus. Será uma central moderna e logística, localizada em Cuiabá-MT para atender não apenas o estado, mas também toda a região norte do país.

 

Baltazar destacou a importância da visita à embaixada “Meu sonho é ter o Chile como parceiro na Ceasa do Mato Grosso, porque teremos um produto de primeira qualidade, em um preço muito menor do que estamos pagando hoje, porque vamos ter um produto vendido diretamente do Chile ao nosso consumidor”.

 

A Drª María Herrera ficou muito otimista com o projeto: “O projeto que o Sr. Baltazar apresentou é muito interessante, porque vai em uma ideia que já temos a três anos de tentar descentralizar o comércio entre os mercados do Chile e do Brasil só no foco dos comércios atuais, especialmente são Paulo, e explorar diretamente outros estados.”

 

Atualmente, os produtos importados do Chile chegam ao país através do porto de Santos e vão direto para São Paulo, para depois serem distribuídos para outros estados. Com a realização do comércio direto, os custos de transporte e atravessadores serão reduzidos, deixando o produto final com um preço muito abaixo do comercializado nos dias atuais.

 

Assista a entrevista AQUI.

 

 

Fonte* Direto de Brasília

Em visita a embaixada do Chile em Brasília nessa última quinta-feira (25/05), o presidente da Central de Abastecimento do Estado de Mato Grosso, Baltazar Ulrich, apresentou o projeto da Ceasa/MT para a Adida Agrícola do Chile, Drª María José Campos Herrera. Ele também concedeu entrevista para a agência de notícias Direto de Brasília.

 

O projeto apresentado foi criado através de estudos realizados nas centrais de abastecimento do Brasil e alguns modelos europeus. Será uma central moderna e logística, localizada em Cuiabá-MT para atender não apenas o estado, mas também toda a região norte do país.

 

Baltazar destacou a importância da visita à embaixada “Meu sonho é ter o Chile como parceiro na Ceasa do Mato Grosso, porque teremos um produto de primeira qualidade, em um preço muito menor do que estamos pagando hoje, porque vamos ter um produto vendido diretamente do Chile ao nosso consumidor”.

 

A Drª María Herrera ficou muito otimista com o projeto: “O projeto que o Sr. Baltazar apresentou é muito interessante, porque vai em uma ideia que já temos a três anos de tentar descentralizar o comércio entre os mercados do Chile e do Brasil só no foco dos comércios atuais, especialmente são Paulo, e explorar diretamente outros estados.”

 

Atualmente, os produtos importados do Chile chegam ao país através do porto de Santos e vão direto para São Paulo, para depois serem distribuídos para outros estados. Com a realização do comércio direto, os custos de transporte e atravessadores serão reduzidos, deixando o produto final com um preço muito abaixo do comercializado nos dias atuais.

 

Assista a entrevista AQUI.

 

 

Fonte* Direto de Brasília



Comentários

Novo Comentário

Nome

E-mail

Mensagem

O valor da soma 7 + 4 é: