CEASA Mato Grosso

Equipe da Ceasa/MT se reúne com o prefeito Emanuel Pinheiro

07/07/2017
AYRTON LONGO
0 COMENTÁRIOS

 

 

 Ontem a equipe da Ceasa/MT se reuniu no Palácio Alencastro com o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro. O objetivo da reunião foi para apresentar o projeto de construção e funcionamento da Central de Abastecimento.

 

  Baltazar Ulrich, Presidente da Ceasa/MT, explicou: “Criamos um projeto de um Ceasa logístico para atender todo o norte do país, atender Goiânia e Brasília, tendo como a central em Cuiabá, principalmente a parte de importados, porque Chile, Argentina e Peru já estão interessados em uma parte da Ceasa para trazerem seus produtos. Trazem frutos do mar, frutas e vinhos, e daqui eles distribuiriam para o resto do norte do país e também para Brasília e Goiânia, onde nosso universo é de 22 milhões de habitantes. Principalmente porque tudo o que o Chile exporta vai para São Paulo. E o próprio governo chileno quer fazer uma ligação direta. Em contrapartida, levam de volta o nosso peixe, nossa carne bovina, suína e aves, porque isso eles não produzem. Outra grande vantagem para Cuiabá é que serão gerados quase quatro mil empregos diretos e dez mil indiretos. Só isso corresponde a no mínimo quinze indústrias”.

 

Emanuel ficou muito animado e impressionado com o projeto de comercialização da Central, garantindo apoio para essa proposta moderna e que irá gerar muitos empregos diretos e indiretos em Mato Grosso. “Se a Europa e Estados Unidos podem, por que Cuiabá não pode ter um Ceasa desse porte? No Estado que é o maior produtor do país, por que o celeiro desse país não pode? Temos sim que ter uma central de abastecimento que valorize a expertise do Estado e  a sua vocação e que contemple a nossa capital”.

 

  “É um projeto que temos que estimular e  colocar o município como parceiro, isso vai fortalecer a nossa receita, a nossa arrecadação própria”, destacou o prefeito.

 

  A localização da Ceasa será ao longo de uma BR na baixada cuiabana. “O empresário vai apresentar para nós o local e vamos estudar onde será mais viável”, afirmou Baltazar.

 

   O projeto deverá ser licitado até o final do mês de setembro de 2017.

 

 



Comentários

Novo Comentário

Nome

E-mail

Mensagem

O valor da soma 3 + 4 é: